sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Recurso de orientação das seções transversais das barras


Prezados,

Inserido na caixa de diálogo de gerenciamento de perfis, o recurso para definição da orientação das seções tranversais das barras. Este recurso é importante tanto para a análise quanto para o posterior dimensionamento da estrutura.

É sabido, desde a época de Hardy Cross, que a variação de rigidez flexional entre as barras altera a distribuição de esforços, deslocamentos e as reações de apoio da estrutura. O dimensionamento, além da rigidez flexional, a orientação dos perfis é fundamental para determinação dos módulos de resistência de seções flexionadas em torno do seu eixo de assimetria.

Abaixo apresento um simples exemplo de como podemos utilizar este recurso no Trame 4.0

Considere 2 vigas contínuas utilizando o mesmo perfil I148x13.05, sendo que no tramo em destaque da viga inferior a seção foi orientada com uma rotação de -90º. É importante frisar que a barra em destaque foi desenhada na camada nº1, a quem foi atribuído um mesmo perfil, porém com diferente orientação.

As diferenças entre as rotações de -90º e + 90º serão percebidas apenas nas etapas de dimensionamento.


 Visualizando o número das barras (Ctrl+B) e lendo os dados das barras na janela de análise, podemos identificar um diferente valor de Iz (momento de inércia) para a barra nº2.


Após a análise verifica-se na comparação das duas vigas, as diferenças nos valores de momento fletor. Estas variações são compatíveis com a redução da rigidez flexional atribuída à barra nº2. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário